Experimentos Literários Reflexão/comportamento Textos

Eu nunca fui ao teatro

17/05/2016

Estive no palco, fui manjedoura, criança, noviça, novilha: eu nunca fui ao teatro.

Passei pelas sombras, atravessei as luzes, fiz a fumaça da cena, contrariei diretores, fui castigada, crucificada, cometi erros de fala, silêncios prolongados, perdões, perdões, perdões: eu nunca fui ao teatro.

Fui sogra, cunhada, nora, traidora, leal, amiga, duelo, fofoca, trama, enredo: eu nunca fui ao teatro. Fui diretora, roteirista, travessões antes do tempo, atraso, faltas, espetáculo, não fiz falta alguma: eu nunca fui ao teatro.

Fiz catarse, fui público, olhos desligados, sono no escuro da plateia, retirada antes do fim, contrarregra, bastidores, fã de carteirinha: eu nunca fui ao teatro.

Fui protagonista, coadjuvante, figurante, suspense, comédia, tragédia: eu nunca fui ao teatro.

Operei mesa de som, fui coreografada, esqueci o passo, perdi o ritmo, fui despedida do musical: eu nunca fui ao teatro.

Fui fantasias, máscaras, esconderijos por trás de perucas, disfarces, me fiz de palhaço, disfarcei meus disfarces: eu nunca fui ao teatro.

Fui irmã, mãe, filha, neta, homem, mulher, freira, santa, puta: eu nunca fui ao teatro.

Fui déspota, cortesã, boba da corte, rainha, louca, sábia, ermitã: eu nunca fui ao teatro.

Fui melancolia, pedra, caverna, fantasma, morta, viva, viva, morta, morte, vida, Severina, retirante, fome, rato, palco: eu nunca fui ao teatro.

Fui filme, rádio-novela, folhetim, cinema mudo, experimentalismo, escapismo, sósia: eu nunca fui ao teatro.

Fui pessoa, mamífero, saltimbanco, inseto, Kafka: eu nunca fui ao teatro.

Fui teatro, teatro, teatro: eu nunca fui ao teatro.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply