Momentos Delicados

Um amigo no hospital. A fragilidade humana se abre ao olhar como um livro deixado sobre a mesa. Como você está se sentindo? Queremos estar mais próximos. Nossa presença quer dizer ‘eu te amo’. Mas nossas palavras silenciam em um abraço bem apertado. É bom estar com você. Que bom que você veio. Foi bom ter vindo. Porque ir na direção de alguém é buscar-se no afeto. É dizer: eu me afeto pela sua condição e venho por você, mas também por mim. Logo logo você melhora, a gente diz. E às vezes é verdade. E às vezes é só uma esperança. No final, nos despedimos: amanhã eu volto pra te ver. O amigo lhe sorri e você entende. Um amigo é alguém a quem sempre queremos retornar…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *