Experimentos Literários Poemas Textos Vida/Auto-conhecimento

Quanto ao mistério

11/09/2016

       Mistério é qualquer coisa que não se sabe porque não se vê. Eu não vejo o átomo e ele nos forma. Eu não vejo o mar na escuridão da noite, mas sua melodia me diz que ele está lá. Eu entro em casa e não acendo a luz. O que eu vejo? O mistério. Eu vejo o mistério do não ver o que eu sei que há. Porque o chão que eu não vejo está lá para eu pisar. O sofá que eu não vejo, está lá para eu esbarrar. A mesa que eu não vejo, é o que me impede de ir além. Eu desvio no mistério para chegar ao interruptor. No chegar da luz, meus olhos me dizem que todos os meus móveis existem, quando eu já sabia que eles existiam sem meu olhar. Toda cor ainda existe na escuridão. Toda cor continua a existir quando eu entro na minha casa de luzes apagadas. Se a escuridão acende, é o mistério. O mistério é aquilo que fica aceso porque permanece no escuro.

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Marcelo Ribeiro 05/10/2016 at 23:44

    “Eu vejo o mistério do não ver o que eu sei que há”: algumas coisas são verdadeiros mistérios pra mim, não sei como explicar, não conheço tamanho, intensidade, forma, conteúdo, mas sei que existe….alguns chamam de Deus, outros de destino, acaso, força da natureza…

  • Leave a Reply