Textos Vida/Auto-conhecimento

Tristezinhas…

24/05/2017

Às vezes os dias acordam solares. Às vezes, nublados. Há outros ainda em que a garoa cai fininha. Lenta, muito lenta. As águas vão descendo como plumas, que insistem em pairar no ar antes de restarem no chão. São sentimentos que não sabemos explicar direito. Só sabemos que os temos. Feito um dia de inverno frio vivido por dentro. Grandes coisas acontecem. Deixam a gente um pouco consternada. Como se uma espécie de catatonismo se debruçasse sobre nós. A vida é assim mesmo. Sobe uma hora. Desce em outras. E nós nos silenciamos. Queremos nos guardar das palavras inúteis, inúmeras. E passar o dia como quem habita uma casa solitária. Com uma decoração minimalista.

Crédito da Foto: Tina Hartung

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply