Experimentos Literários Poemas Textos

Aquilo que não se escreve

03/11/2017

Como você descreve o cheiro do amor?

Como você descreve a cor da chuva?

Como você descreve o gosto da língua?

Como você descreve o tato da palavra tatuada na pele?

Como você descreve o prazer de um sorriso?

Como você descreve o som de uma cicatriz?

Como você descreve a textura de um afeto?

Como você descreve a aridez de uma ira?

Como você descreve a nitidez de um beijo?

Como você descreve a lisura de um desejo?

Como você descreve a ranhura de um toque?

Como você descreve a maciez de um poro?

Como você descreve a saudade de um adeus?

Como você descreve a tensão de uma paixão?

Como você descreve o peso de um deus?

Como você descreve o escrever de uma descrição?

Como você descreve o amargo do coração?

Como você descreve a alegria de um sentido?

Como você descreve os átomos de uma nuvem?

Como você descreve das montanhas a extensão?

Como você descreve da queda a explosão?

Como você descreve a distância das pontes?

Como você descreve as palavras que não somos mais?

Como você descreve o silêncio no labirinto do grito?

Como você descreve o que te descreve por dentro?

Somos seres de palavras que se fazem mais nítidas

na escrita silenciosa do sentimento.

Crédito da Foto: Lea Dubedout.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply